Dessa vez com mexerica. Cada vez mais gostosa. A receita do yuja-cha está algu…


Dessa vez com mexerica. Cada vez mais gostosa.

A receita do yuja-cha está algumas postagens atrás. É uma “compota” coreana a frio, às vezes fermentada, às vezes não, de frutas. A tradicional é com um cítrico chamado yuja, que é raro por aqui.

Quis fazer com mexerica carioquinha, a mais usada na confeitaria porque não amarga. O nome dela varia em cada região. São pequenas, de casca fina e não tão fácil de tirar, doces porém mais ácidas e de gomo firme. Não é verona, morgote, murcot, ponkã, que vão amargar sua bebida. Aliás, qual o nome dela na sua região?

Usei as cascas para o yuja-cha, na mesma receita que usei o limão siciliano, mas nessa só piquei fininho. E como a mixirica estava barata, fiz muito mais 💅

Elas podem ficar com a parte branca, no caso dessa variedade. Só descascar, picar, amassar bem com açúcar, completar com mel e suco dela (se ela estiver bem azeda) ou limão (se ela estiver mais doce), aguardar uma semana e usar em água quente ou fria.

A receita completa está aqui no feed, duas postagens atrás.

Me perguntaram como armazenar. Depende, se você quiser ela fermentada, deixe alguns dias fora da geladeira. Eu deixo o tempo todo na geladeira. O alto teor de açúcar, mais a acidez, mais os óleos da casca não vão deixar essa compota estragar tão fácil, mas se sua região for muito quente, vá de geladeira que é mais garantido.

Passou a estação e não comi nenhuma laranja cristal ou champagne, minha preferida. Ano que vem vou fazer com as cascas dela, se eu ganhar algumas.

#dorama #yujacha #guilhermeranierireceita #yujachacaseiro #yujachareceita #culinariacoreana



Source