ūüö®ūüźĚAtendendo a um dos principais pleitos do lobby do agroneg√≥cio, uma decis√£o liminar (provis√≥ria) da Justi√ßa Federal de Porto Alegre derrubou, no final de abril, uma medida do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) que restringia o uso do tiametoxam, agrot√≥xico tido como letal para abelhas e banido na Europa desde 2018. ‚Ā† ‚Ā† A Rep√≥rter Brasil identificou ao menos quatro a√ß√Ķes judiciais em todo o pa√≠s que, com textos similares e datas pr√≥ximas, solicitam que a palavra final sobre o registro do inseticida fique a cargo do Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento (Mapa).‚Ā† ‚Ā† A batalha na Justi√ßa √© o mais recente cap√≠tulo de uma longa disputa entre setores do agro e o Ibama. Em fevereiro, o √≥rg√£o ambiental federal imp√īs restri√ß√Ķes ao uso do tiametoxam, por causa de evid√™ncias cient√≠ficas sobre o risco de morte para abelhas, essenciais √† poliniza√ß√£o e √† reprodu√ß√£o de diversas esp√©cies de plantas. ‚Ā† ‚Ā† Na avalia√ß√£o de especialistas ouvidos pela Rep√≥rter Brasil, a decis√£o judicial d√° muni√ß√£o aos ruralistas que defendem a Lei de Agrot√≥xicos, aprovada pelo Congresso Nacional em novembro do ano passado.‚Ā† ‚Ā† Originalmente, o PL 1.459/22, apelidado de ‚ÄúPacote do Veneno‚ÄĚ, conferia ao Minist√©rio da Agricultura o poder de aprova√ß√£o de novos produtos e de rean√°lises de agrot√≥xicos, caso do tiametoxam. Em dezembro, Lula vetou esse e mais 16 artigos da nova lei.‚Ā† ‚Ā† Logo no in√≠cio do ano, por√©m, a bancada ruralista anunciou que derrubaria os vetos e a quest√£o entrou no pacote de negocia√ß√Ķes que t√™m marcado a disputa de for√ßas entre Legislativo e Executivo. ‚Ā† ‚Ā† ūüĒóLeia a reportagem completa em reporterbrasil.org.br | link na bio

ūüö®ūüźĚAtendendo a um dos principais pleitos do lobby do agroneg√≥cio, uma decis√£o liminar (provis√≥ria) da Justi√ßa Federal de Porto Alegre derrubou, no final de abril, uma medida do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) que restringia o uso do tiametoxam, agrot√≥xico tido como letal para abelhas e banido na Europa desde 2018. ‚Ā†
‚Ā†
A Rep√≥rter Brasil identificou ao menos quatro a√ß√Ķes judiciais em todo o pa√≠s que, com textos similares e datas pr√≥ximas, solicitam que a palavra final sobre o registro do inseticida fique a cargo do Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento (Mapa).‚Ā†
‚Ā†
A batalha na Justi√ßa √© o mais recente cap√≠tulo de uma longa disputa entre setores do agro e o Ibama. Em fevereiro, o √≥rg√£o ambiental federal imp√īs restri√ß√Ķes ao uso do tiametoxam, por causa de evid√™ncias cient√≠ficas sobre o risco de morte para abelhas, essenciais √† poliniza√ß√£o e √† reprodu√ß√£o de diversas esp√©cies de plantas. ‚Ā†
‚Ā†
Na avalia√ß√£o de especialistas ouvidos pela Rep√≥rter Brasil, a decis√£o judicial d√° muni√ß√£o aos ruralistas que defendem a Lei de Agrot√≥xicos, aprovada pelo Congresso Nacional em novembro do ano passado.‚Ā†
‚Ā†
Originalmente, o PL 1.459/22, apelidado de ‚ÄúPacote do Veneno‚ÄĚ, conferia ao Minist√©rio da Agricultura o poder de aprova√ß√£o de novos produtos e de rean√°lises de agrot√≥xicos, caso do tiametoxam. Em dezembro, Lula vetou esse e mais 16 artigos da nova lei.‚Ā†
‚Ā†
Logo no in√≠cio do ano, por√©m, a bancada ruralista anunciou que derrubaria os vetos e a quest√£o entrou no pacote de negocia√ß√Ķes que t√™m marcado a disputa de for√ßas entre Legislativo e Executivo. ‚Ā†
‚Ā†
ūüĒóLeia a reportagem completa em reporterbrasil.org.br | link na bio

Source