Não é necessário atravessar o Atlântico ou o Pacífico para descobrir maravilhas …

Não é necessário atravessar o Atlântico ou o Pacífico para descobrir maravilhas antigas no Velho Mundo. Nós moradores do Novo Mundo também temos as nossas riquezas arqueológicas, afinal teve gente morando aqui tão antiga como teve na Europa e na Ásia. Certeza temos que na América do Sul já tinha gente há 13.000 anos. Niele Guidon descobriu na Serra da Capivara (Piauí) restos de fogueira com datação de Carbono14 de 48.000 anos! E o que dizer de Peabiru (Caminho do Sol) que levava os Guaranis do Litoral Sul até Cuzco no Peru? 😮 O náufrago português Aleixo Garcia viu sua nau ir pro saco na costa de Santa Catarina em 1516. Ele com mais meia dúzia de sobreviventes foram acolhidos pelos Guaranis e com eles passaram vários anos. Oito anos depois ouviu dizer sobre os caminhos de Peabiru pelos próprios Guaranis. Em 1524 tomou coragem, reuniu 2.000 homens Guaranis e percorreu 3.000 quilômetros em direção aos Andes. Chegaram no Titikaka e de lá o caminho de Peabiru o levou até Cuzco uma década antes de Francisco Pizarro que levou a fama de ser o descobridor do Império Inca. Tomado pela natureza, descaracterizado pelas estradas, Peabiru atualmente só tem vestígios. Arqueologistas, geógrafos, historiadores, se esforçam para refazer o caminho lendário. A pesquisadora brasileira Rosana Bond lançou um livro que pretendo ler: A Saga de Aleixo Garcia: O Descobridor Do Império Inca.




Source