Guabiroba-açú-da-Amazônia – Campomanesia Lineatifolia Também recebe os nomes de …

Guabiroba-açú-da-Amazônia – Campomanesia Lineatifolia
Também recebe os nomes de Palilo, Araçá-lima, Cambucí doce, Guayaba de Leche ou Leite, e Guayabo do mono.

Usos: Os frutos alimentam pássaros e diversos animais terrestres como pacas, antas, queixadas, quatis e graxains. A polpa é muito espessa e cremosa, solta fácil da semente e tem sabor muito agradável que lembra um doce de Cambuci. É uma fruta de primeira categoria para ser consumida in natura. Após a retirada da casca, a massa pode ser despolpada; podendo ser congelada para uso futuro ou usada imediatamente para fazer sucos, batidas, sorvetes, mousses e pudins. Pela qualidade dos frutos essa espécie merece maior atenção de todos e tem grande potencial para cultivo comercial e beneficiamento de sua polpa e outros produtos a serem gerados.

Mudas: As sementes são de cor creme escuras, arredondadas e chatas. Perdem o poder germinativo se secarem totalmente. Por isso é bom plantar logo que retiradas do fruto e limpas da polpa. Cerca de 95% das sementes germinam em 30 a 40 dias se forem plantadas em substrato rico em matéria orgânica. As mudas atingem 30 cm com 6 a 8 meses de cultivo.

Plantando: Em pleno sol ou na sombra com boa luminosidade, em pomares, em jardins botânicos ou em coleções de recursos genéticos por ser espécie rara. Plantar com espaçamento de 4 a 6 m, em solos de terra vermelha ou arenosos, que sejam úmidos e profundos, com pH entre 4,5 a 6,8. As covas devem ter 50 cm de largura, altura e profundidade. Misture 4 a 5 pás de matéria orgânica decomposta de origem vegetal + 50 gramas de farinha de osso e 50 gramas de torta de mamona nos 25 cm da terra da superfície e deixe curtir por pelo menos 1 mês antes do plantio! A variedade aclimatizada que tenho, resiste bem a geadas ocasionais de 1 a 3 graus negativos, a secas de até 5 meses sem chuva, e a ventos moderados. Pode ser cultivada em altitudes de 450 a 1.500 m com temperaturas anuais de 8 a 40 graus. Plantar de out a dez e irrigar com 10 l de agua, uma vez por semana.

Cultivando: Tem crescimento moderado, atingindo 1 m com 15 meses, durante o crescimento da muda, convém eliminar toda erva daninha especialmente o braquiária, e em volta da muda num raio de 60 centímetros deixar capim, folhas ou galhos triturados formando uma camada de 5 centímetros para manter a umidade e temperatura do solo. Podar durante o inverno, os galhos voltados para o centro da copa e os ladrões que nascerem na base do tronco. Essa espécie frutifica muito bem se receber irrigação constante.

Dicas para cultivo: Arvore de crescimento rápido e muito resiste a secas de até 5 meses e a geadas de -1 graus. Pode ser plantada em qualquer altitude, onde o solo seja profundo, com constituição arenosa ou argilosa (solo vermelho) com pH ácido a neutro e rico em matéria orgânica. A arvore inicia a frutificação com 5 a 6 anos após o plantio.

Características: Arvore de 4 a 8 metros e tem copa arredondada quando em pleno sol e estreita quando no interior da floresta. O tronco é cilíndrico e as vezes sulcado e mede 10 a 30 cm de diâmetro, com casca áspera de coloração acinzentada e parda. Os brotos e ramos novos são densamente pubescentes (cobertos de pelos) e de cor verde escura. As folhas são simples, opostas e verdes escuras, e facilmente identificada por se observar glândulas lisas e plantas e superfície pulverulentas (cobertas de pó) ao longo das nervuras principais na face adaxial (costa das folhas). As laminas ou folhas são largamente oval, com textura cartácea (como cartolina) medindo 8 a 20 cm de comprimento por 5 a 10 cm de largura, com base arredondada e o ápice é agudo (com ponta curta). As flores são hermafroditas, nascem em pequenos fascículos (pequeno feixe) axilares (nascem na conjunção da folha com o ramo). A flor depois de aberta mede 4,5 a 6 cm de diâmetro, são brancas e bem aromáticas; com cálice (invólucro externo) com 4 sépalas arredondadas de 1 cm de comprimento e a corola (invólucro interno) com pétalas brancas de 1,5 a 1,9 cm de comprimento, cobertas esparsamente com glândulas e no centro estames numerosos. O fruto é uma baga arredondada e achatada nos polos como um pneu, medindo 4 a 7 cm de diâmetro, com peso de 40 a 140 gramas, com casca amarelada, recobrindo polpa esbranquiçada saborosa com sementes discoides de 7 a 9 mm de diâmetro.

Para aquisição de mudas ou sementes, verificar a disponibilidade através do e-mail: [email protected]



Source