A astromélia, jacinto, madressilva-da-terra ou lirio-dos-incas também é comestív…


A astromélia, jacinto, madressilva-da-terra ou lirio-dos-incas também é comestível. Parcialmente, na verdade. A parte de interesse são as batatas.

Astromélia não é uma planta só, e sim um conjunto de espécies nativas da América do Sul, que foram cruzadas para desenvolver as flores de corte que conhecemos hoje. Existem de todas as cores e diversos formatos.

De grande beleza e durabilidade, são amplamente usadas em buquês e arranjos.

Nativas do Brasil, temos as espécies #alstroemeriacaryophyllae e #alstroemeriapsittacina

No Chile, os povos originários fazem um amido finíssimo extraído das raízes dela. As batatas são comestíveis cozidas. São saborosas, um tanto firmes e crocantes, com uma pele fininha que não demanda nem que sejam descascadas.

Flores e folhas não são comestíveis, sendo associadas a alergias de contato. Deixe para enfeitar o jardim.

As astromélias são rústicas e toleram solos pobres, embora precisem de boa drenagem. Dão flores da primavera ao outono, e algumas variedades hibernam no inverno.

Para produzir batatas, plantando na primavera, o ciclo é de 9 a 10 meses, e o correto é eliminar as flores, para direcionar a energia pras raízes. Aqui na horta não faremos isso porque elas são lindas demais, haha.

Elas ainda são pouco estudadas e merecem mais pesquisas nutricionais e agronômicas focadas no seu uso como alimento.

Já viu ou teve delas por aí? Se já provou, conta pra mim nos comentários?

#guilhermeranieriastromelia #guilhermeranieriastroemeria #astromelias #alstroemeria #panc #batatapanc



Source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *